menu
Topo
Blog do Dr. Cristiano Nabuco

Blog do Dr. Cristiano Nabuco

Categorias

Histórico

A radiação do celular pode prejudicar sua memória

Dr. Cristiano Nabuco

24/07/2018 04h00

Photo by rawpixel on Unsplash

Não é de hoje que alguns alertas têm sido repetidamente veiculados a respeito dos efeitos negativos à saúde, em relação à exposição de radiação eletromagnética não-ionizante, aquelas emitidas pelos telefones celulares.

Problemas ligados aos maiores riscos de aborto espontâneo durante a gravidez, por exemplo, já foram descritos como consequência desse uso; outras pesquisas apontaram que a utilização do celular na gestação aumenta a probabilidade de as crianças apresentarem hiperatividade e falta de atenção na primeira infância; outra ainda estabelece que o uso excessivo de celular pelas grávidas foi associado ao baixo peso entre os recém-nascidos, dentre outros, muito embora, para outros pesquisadores, os efeitos ainda sejam inconclusivos. (1-2-3-4)

Um novo estudo, entretanto, procurou analisar o efeito do uso e dessa exposição às radiações emitidas pelo celular, frente à memória de um grupo de jovens durante as chamadas telefônicas.

A investigação, realizada junto ao Swiss Tropical and Public Health Institute, analisou a relação entre a exposição à radiação e a performance da memória de um grupo de 700 adolescentes, com idade variando entre 12 e 17 anos, ao longo do período de um ano. (5)

Sabe o resultado? Vamos lá, eu explico.

Apontou-se que o efeito dessa radiação do celular pode ser, sim, acumulativo (ao longo dos 12 meses, cf. avaliava a pesquisa) e que pode ter um resultado negativo no desenvolvimento e no desempenho da memória chamada "figurativa" desses adolescentes, ou seja, um efeito nocivo àquele tipo de arquivo mental que retém a "representação" das experiências da vida (sons, cores, odores e suas associações).

Segundo ainda a investigação, uma vez que, quando fazemos uma chamada, usamos o telefone muito mais no ouvido, direito da cabeça – local onde ocorrem igualmente os registros desse tipo de memória no cérebro -, e assim, a radiação recebida poderia, portanto, criar um tipo de prejuízo nessas funções cognitivas.

Vamos lembrar que uma outra pesquisa já havia relatado a redução da performance da memória (figurativa e verbal), ao longo de um ano, também junto a um outro grupo de 439 adolescentes suíços. (6)

Resumo da conversa: vamos usar e abusar dos fones de ouvido e das chamadas no viva-voz, enquanto novas pesquisas possam, aos poucos, nos oferecer melhores diretrizes e mais segurança no uso desses aparelhos, tão comuns e presentes em nosso dia a dia, principalmente, caso você ainda não saiba, quando o sinal do celular estiver nos níveis mais baixos, pois é quando a radiação aumenta.

Referências

  1. https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pmc/articles/PMC4416385/
  2. https://cristianonabuco.blogosfera.uol.com.br/2017/08/09/celular-e-gravidez-quanto-maior-o-uso-maiores-sao-as-chances-de-problemas/
  3. https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pmc/articles/PMC5664573/
  4. https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pmc/articles/PMC4350886/
  5. Foerster M., Thielens A., Joseph W., Eeftens M., Röösli M. A prospective cohort study of adolescents' memory performance and individual brain dose of microwave radiation from wireless communicationEnvironmental Health Perspectives, (in press).
  6. https://www.sciencedirect.com/science/article/pii/S0160412015300659?via%3Dihub

 

Sobre o autor

Cristiano Nabuco é psicólogo e atua em consultório particular há 32 anos. Tem Pós-Doutorado pelo Departamento de Psiquiatria do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da USP. Atualmente trabalha junto ao PRO-AMITI do Instituto de Psiquiatria do HC/FMUSP; Coordena o Núcleo de Terapias Virtuais (SP) e o Núcleo de Psicoterapia Cognitiva de São Paulo. Foi Presidente da Federação Brasileira de Terapias Cognitivas (FBTC). Publicou 13 livros sobre Psicologia, Psiquiatria e Saúde Mental.

Sobre o blog

Neste espaço, são discutidas ideias e pesquisas sobre comportamento humano, psicologia e, principalmente, temas que se relacionam ao cotidiano das pessoas. Assuntos centrais na construção de nossa autoestima, felicidade e vida. Seja bem-vindo(a)!